5 tendências do e-commerce para 2021

A pandemia mudou definitivamente a maneira como as pessoas fazem compras. De acordo com uma pesquisa recente da Comscore, o tempo gasto no varejo é maior em aparelhos móveis, que contam hoje com mais de 72 milhões de usuários ativos no Brasil. Apesar disso, ainda existem 17 milhões de pessoas que utilizam apenas o computador no seu dia a dia, sendo necessário que as empresas adaptem suas lojas de e-commerce para funcionarem perfeitamente em ambas plataformas. E essa não foi a única mudança que vimos. As práticas de e-commerce mudaram ao longo dos meses de 2020 e, agora, mais do que nunca, o foco dos negócio é a experiência do usuário. Confira 5 tendências para observar em 2021.

Marketing 2021: a interface entre humanização e tecnologia

O mundo como conhecíamos não é mais o mesmo e a maioria dos segmentos no mercado está se adaptando à versão digitalizada. Reforçamos ferramentas e comportamentos adotando o e-commerce, home office, videoconferências, lives, enfim, são diversas as possibilidades. Ampliar a atuação on-line é um processo que, devido ao avanço da tecnologia, naturalmente aconteceria. A pandemia acelerou o inevitável. Mas o que podemos fazer diante de tudo isso?

Kantar revela as tendências que moldarão o cenário de mídia de 2021

Estamos no final de 2020, e se você parar para pensar, parece que uma década de evolução de mídia foi acelerada em alguns poucos meses. O consumo de mídia em casa cresceu, enquanto a confiança do consumidor e os investimentos publicitários sofreram redução ao longo de 2020. Para entender o que esperar no próximo ano, a Kantar, líder mundial em dados, insights e consultoria, forneceu insights sobre quais comportamentos do público e dinâmicas de indústria vieram para ficar.

O futuro é das máquinas… ou dos super-humanos?

No século 21, a tecnologia promove mudanças profundas nos ciclos de produção. Assim, a grande questão é se nossas profissões vão continuar existindo ao longo dos próximos anos ou se, ao contrário, seremos substituídos por máquinas.

Precisamos enxergar além das tendências

Nenhuma grande mudança acontece do nada, sem motivos. Nos últimos meses, assistimos a tendências que surgiam lentamente tornarem-se uma realidade muito mais depressa do que poderíamos imaginar. No meio de uma crise sem precedentes, e que afeta o mundo inteiro, tivemos que acelerar o passo e nos adaptar ao ritmo e ao contexto impostos pelo cenário atual. O digital, que era futuro, virou imediato, impossível deixar para depois.