Rayssa Leal: Nike dá asas à fadinha no filme “Novas Fadas”

Lançada no início de maio, a campanha global da Nike, intitulada como “Vai no Novo” (Play New), tem como propósito convidar as pessoas a descobrirem o esporte de um jeito diferente. A fim de tornar o skate um esporte mais inclusivo para o público feminino, a marca apresenta um filme protagonizado por Rayssa Leal, medalhista de prata na categoria skate street.

Lay’s quer transformar embalagens em campos de futebol

A marca de batatas Lay’s anunciou sua nova iniciativa global, a Lay’s RePlay, que tem o objetivo de ajudar comunidades vulneráveis através do futebol. A empresa, em parceria com a UEFA Foundation e a streetfootballworld, pretende reutilizar pacotes de salgadinhos vazios com o objetivo de ajudar a criar campos de futebol sustentáveis.

5G como plataforma pode impulsionar o B2B

No Mobile World Congress (MWC), evento focado na indústria móvel, o painel “GTI online summit 2021” reuniu líderes do setor de telecomunicações para discutir o status atual, as práticas cooperativas e os desafios da comercialização global de quinta geração de telefonia móvel (5G) para empresas. No encontro, Shin Soo-Jung, head da Korea Telecom, o uso da quinta geração de telefonia móvel está sendo prejudicado pela falta de cases em negócios e pelo desenvolvimento lento de dispositivos e aplicativos.

O que pode acontecer nas olimpíadas mais tecnológicas de todas?

As Olimpíadas são um marco na carreira de atletas, equipes e, claro, do público. O evento que costuma ocorrer a cada quatro anos, em 2020 precisou ser adiado por conta da pandemia de Covid-19, que já matou mais de 1,3 milhão de pessoas em escala global. Além disso, já foram mais de 55 milhões de pessoas acometidas pelo vírus. Desta forma, não faria sentido colocar em risco a vida de todas as pessoas que se envolvem com o espetáculo, principalmente por conta dos longos deslocamentos de diversos países.

Natura inaugura centro de inovação de R$ 35 milhões

Novo parque tecnológico da companhia tem laboratórios e equipamentos de última geração para ampliar pesquisas de ingredientes da biodiversidade brasileira e impulsionar o desenvolvimento de produtos disruptivos.

O que empresas como Netflix, Airbnb e WhatsApp têm em comum?

Fundadora da Humor Lab, Maryana Rodrigues, após sofrer bullying na infância, depressão e a síndrome de Burnout na fase adulta, dá dicas de como estimular a criatividade em tempos de tanta agitação e informação. Hoje, a especialista ajuda as empresas na implementação de uma nova cultura orientada para o humor e, assim, despertar uma visão mais otimista e criativa diante dos problemas e desafios diários

Você conhece o seu poder de cocriar o futuro?

Talvez, esse seja o pensamento que mais me ajuda a enfrentar com certa leveza o ambiente VUCA – de volatilidade, incertezas, ambiguidade e complexidade – que nos cerca. Isso porque, quando tomamos consciência da nossa responsabilidade na criação do futuro, tanto nosso, como da sociedade e mercado, tiramos das costas um pouco do peso da sensação de descontrole total que, inevitavelmente, nos aflige enquanto percebemos a velocidade com que o mundo muda à nossa volta.